O deputado estadual Carlos Geilson (PSDB) apresentou uma moção de pesar, na Assembleia Legislativa, pelo falecimento do militante político de Feira de Santana, Sinval Galeão. Um comunista histórico, forjado nas lutas do extinto Partido Comunista Brasileiro, o Partidão, como a legenda era conhecida.

“Neste momento de extremo pesar me solidarizo com os amigos e familiares de Sinval. Feira de Santana perde um grande militante e defensor da nossa querida cidade”, ressaltou Geilson.

Sinval morreu aos 74 anos, na noite desta terça-feira (9) na UPA do Hospital Geral Clériston Andrade. Ele havia sofrido um AVC há cerca de dois anos e nos últimos dias estava com a saúde muito debilitada. Foi militante comunista na clandestinidade, abrigando-se no antigo MDB, depois PMDB, como ocorreu com muitos políticos perseguidos nos tempos da ditadura militar.

Com o pluripartidarismo, filiou-se ao PPS, então herdeiro do legado do Partidão. Depois ingressou no PSB, cujo diretório municipal presidia atualmente. Recentemente, coordenou os trabalhos da Comissão da Verdade em Feira de Santana, grupo que sistematizou depoimentos e informações sobre as vítimas da ditadura militar na cidade.