A pouca atenção com que o Governo do Estado vem tratando a questão da segurança no município de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador, foi criticada pelo deputado estadual Carlos Geilson (PSDB), em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (28/2).

O deputado lembrou que Simões Filho está entre as 30 cidades mais violentas do país, segundo o Mapa da Violência, elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e informou que os dados da Secretaria da Segurança Pública do Estado mostram que somente este mês foram registrados 15 homicídios naquele município.

Ele disse que é preciso aumentar o efetivo policial da cidade e que a Secretaria da Segurança garanta condições para o trabalho da polícia, pois até mesmo a gasolina para as viaturas é dada pela prefeitura.

Geilson foi informado pelo vereador Orlando de Amadeu que o prefeito local, Diógenes Tolentino, mais conhecido como Dinha, tentou marcar uma audiência com o governador Rui Costa para expor o problema, mas não obteve sucesso. Só conseguiu ser recebido pelo vice-governador João Leão, mas, mesmo assim, não teve os pleitos atendidos.