Todas as planilhas de cálculos para aumento de tarifa do transporte público devem ser publicadas, com todos os detalhes, para que a população tenha todas as informações sobre como o reajuste está baseado. Esta é a proposta de um projeto de lei apresentado na Assembleia Legislativa pelo deputado Carlos Geilson.

“Essas planilhas são feitas sem que a população, a sociedade civil organizada tenha a real oportunidade de analisá-las. É uma coisa obscura, sem a devida transparência e esse foi um dos grandes motivos das gigantescas mobilizações ocorridas no Brasil em 2013”, argumenta o deputado.

Conforme o projeto, as planilhas devem conter custos com: material usado no transporte, a exemplo de peças, combustível e pneus; pessoal; depreciação dos ativos, considerando categorias como frota de ônibus por tipo, marca, modelo, espécie e ano de fabricação; instalações e equipamentos da garagem; administração, dentre outros. Também será necessário fornecer planilhas com fluxo de caixa relativo à receita e aos impostos.